Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C
Logotipo Município de Vila Franca de Xira
pesquisar

100km de ciclovias / Mais mobilidade

07 Março 2017

 

Os primeiros passos na implementação de uma rede de ciclovias foram dados pela Câmara Municipal com a criação do Caminho Ribeirinho entre Vila Franca de Xira e Alhandra (4.5km), que permitiu aos cidadãos tomarem contacto com os modos suaves de transporte num contexto seguro e num cenário excecional. A essa primeira intervenção seguiram-se outras, sendo de destacar o Parque Linear Ribeirinho do Estuário do Tejo, entre as cidades de Alverca e Póvoa de Santa Iria, que acolhe também um percurso ciclável (6.5km) numa área de elevada qualidade paisagística.

Neste momento, a rede de ciclovias soma já 13km de extensão.

O Município tem, agora, a ambição de completar 100km de ciclovias no seu território.

Em termos de enquadramento, a necessidade de desenhar estratégias de mobilidade que incluam a mobilidade suave é desde há muito abordada a nível comunitário, considerando os efeitos nefastos do constante aumento do tráfego em meio urbano: a poluição afeta a saúde, os congestionamentos dificultam a vida quotidiana, as emissões de CO2 contribuem diretamente para o aquecimento global.

Tem-se então um domínio - a mobilidade sustentável - que por via de circunstâncias económicas e ambientais tem vindo a afirmar-se como desígnio central de estratégias comunitárias, e consequentemente nacionais. O Município de Vila Franca de Xira pretende continuar a reforçar a sua posição neste contexto, apostando na utilização da bicicleta enquanto modo de transporte sustentável para as deslocações diárias.

Assim, se até à data se criaram condições para que a bicicleta fosse utilizada, essencialmente, numa vertente associada ao lazer, o desafio passa agora por implementar soluções que tornem essa utilização competitiva em relação ao transporte individual.

Deste modo, os futuros desenvolvimentos da rede de ciclovias incidirão sobretudo na sua implementação em meio urbano.

As novas ciclovias terão um caráter eminentemente funcional, sendo criadas condições para que os modos suaves se constituam como alternativa atraente e segura ao transporte individual, passando a competir diretamente com o automóvel nas deslocações diárias (como casa-escola ou casa-trabalho).

A rede de ciclovias continuará, ainda, relacionada com o lazer, visto que importa terminar o importante trabalho iniciado nessa área.

Nos 100km de ciclovias do concelho haverá lugar para a continuada fruição dos percursos de lazer, mas incentivar-se-á também uma utilização mais generalizada dos modos suaves que, contribuindo para a prática de uma vida saudável, permitirá a redução da dependência energética, a diminuição das emissões de CO2 e a melhoria da circulação viária.

Mais Qualidade de Vida, Mais Sustentabilidade, Mais Mobilidade, Menos Emissão de CO2.

 

imagem