Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C
Logotipo Município de Vila Franca de Xira
pesquisar

Município assinala “Dia Internacional Cidades pela Vida- Cidades Contra a Pena de Morte”

Img 2486 1 1024 2500
30 Novembro 2017

CitiesForLife_Comunita-di-SantEgidio_pena-di-morteO Município de Vila Franca de Xira assinalou a 30 de Novembro mais um “Dia Internacional Cidades pela Vida-Cidades Contra a Pena de Morte”.

Este movimento, criado em 2002 pela Comunidade de Sant´Egídio, organização não-governamental italiana com representação em Portugal, tem como objetivo assinalar o aniversário da primeira abolição da pena de morte da História, que ocorreu no Grão-Ducado da Toscana, em Itália, no dia 30 de novembro de 1786. Desde 2007, esta iniciativa tem contado com o apoio da Coligação Mundial contra a pena de morte, da qual a Amnistia Internacional faz parte.

Mais de 2000 cidades espalhadas por todo o Mundo, incluindo Vila Franca de Xira desde a deliberação unânime da Câmara Municipal tomada em reunião de 21 de Outubro de 2015, já aderiram a este movimento e declararam-se “Cidades pela Vida”, defendendo desta forma a abolição da pena de morte. O dia 30 de Novembro, o Dia Internacional das Cidades pela Vida-Cidades Contra a Pena de Morte, tornou-se por isso numa bandeira para o despertar de consciências e o envolvimento das Instituições na procura de um sistema judicial que recuse a morte e respeite a vida. Atualmente, depois de vários anos de ações civis e esforços diplomáticos, há 141 países abolicionistas, enquanto que 57 países ainda mantêm a pena capital.

O Dia Internacional das Cidades pela Vida-Cidades Contra a Pena de Morte constitui, em paralelo com o Dia Mundial contra a Pena de Morte, assinalado a 10 de outubro, a maior mobilização conjunta na defesa desta causa e o Município de Vila Franca de Xira continua a associar-se a este relevante movimento mundial.

Em Vila Franca de Xira, como habitualmente tem acontecido, o edifício dos Paços do Concelho esteve iluminado com a cor azul nas noites de 29 e 30 de novembro. Uma forma singela e simbólica do Município associar-se ao esforço pela abolição da pena capital em todo o Mundo, afirmando a importância do respeito internacional pelo Direito à Vida e pela Declaração Universal dos Direitos Humanos”.