Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C
Logotipo Município de Vila Franca de Xira
pesquisar

Museus e Monumentos

Monumento ao Campino

Monumento ao Campino

No dia 10 de julho de 1982, no 50.º aniversário da Festa do Colete Encarnado, foi inaugurado em Vila Franca de Xira, o Monumento ao Campino, da autoria do escultor Domingos Soares Branco. A representação do cavalo “empinado“, uma defesa natural do cavalo que os franceses designam por “cabrade” ou “la pointe”, pretende exaltar a emoção da investida do touro, sobressaindo, ainda, o manejo da vara que caracteriza a equitação de trabalho dos campinos.

 

Monumento ao Toureiro

Monumento ao Toureiro

Situado no centro da cidade de Vila Franca de Xira, no largo junto à Estação de Comboios, este monumento homenageia aquele que usa a arte de burlar os toiros. Da autoria de Rui Fernandes foi inaugurado no dia 29 de setembro de 2001. Uma ode a uma das figuras da arte tauromáquica onde mais se reveem valores de tradição, coragem e destreza técnica.

 

Monumento ao Forcado

Monumento ao Forcado

No ano em que o Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira comemorou os seus 75 anos de fundação, a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira decidiu homenageá-los com a edificação do Monumento ao Forcado, da autoria do escultor José Miguel Franco de Sousa. Foram materializados no monumento toda a força, movimento e imagem que representa uma pega.

 

Casa Museu Mário Coelho

Casa Museu Mário Coelho
 
A 25 de março de 1936, junto à Igreja Matriz de Vila Franca de Xira, no nº 5 da Travessa do Alecrim, nascia Mário Coelho Luís. Já em menino sonhava em ser toureiro, ensaiando os seus primeiros passes com improvisadas “muletas” e capotes de fingir. De jovem amador a Matador de Toiros, Mário Coelho deixou nas arenas de todo o mundo uma marca de maestria para sempre inesquecível. Já enquanto bandarilheiro, Mário Coelho, sempre que empunhava as bandarilhas e iniciava nova dança rente aos pitons de um touro, fazia explodir no coração do público a alegria de presenciar momentos de verdadeira poesia em movimento.

Comprada por Mário Coelho com os primeiros dinheiros ganhos nos “ruedos”, a velha casa da Travessa do Alecrim, hoje transformada em Casa-Museu Mário Coelho, proporciona ao seu visitante uma “viagem” pelos 40 anos de carreira daquele filho de Vila Franca.

A parceria estabelecida entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira e o próprio, permitiu, em outubro de 2001, a abertura de um espaço onde as fotografias, os troféus, os trajes de “luces” e todo um sem número de peças nos proporcionam o contacto com uma parte indissociável da história da tauromaquia.


CONTACTOS

Travessa do Alecrim, n.º 5
Vila Franca de Xira
Telefone: 263 272 920
Coordenadas: 38º 57' 21,09" N | 8º 59' 23,96" W
Horário: 3.ª a 6.ª feira, 9h30-12h30 e 14h00-17h30. Sábado e domingo, 14h00-17h30.
Encerrado aos feriados e de 1 a 15 de agosto.
Encontra-se aberto ao público no fim de semana do Colete Encarnado e nos fins de semana da Feira Anual de outubro.