Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CM Vila Granca de Xira
Hoje
Máx C
Mín C

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

pesquisar

Fundos Documentais


a rainhavs2As povoações e concelhos que deram forma ao percurso histórico e administrativo da comunidade e do território de Vila Franca de Xira têm a sua origem na Idade Média, na maioria dos casos em ligação à chamada “reconquista cristã” e à afirmação da nacionalidade. Em 1174 D. Afonso I doou a Castanheira a um grupo de cruzados que tinham participado nas conquistas de Lisboa. Em 1195 Povos recebeu foral do rei D. Sancho I e seguiram-se lhe, por via de foral ou de cartas de confirmação, os reconhecimentos de Alhandra (1203), Herdade de Cira e Vila Franca (1212) e Alverca (1357). Em 1510 foram concedidos forais a Vila Franca de Xira e a Castanheira e Povos. Porém, o arquivo municipal não incorporou documentação do período medieval produzida no âmbito da administração local do nosso território.

O arquivo conserva documentação toda ela dos períodos moderno e contemporâneo. Entre os fundos definitivos ou históricos à guarda do arquivo destacam-se, além do arquivo da própria Câmara Municipal de Vila Franca de Xira (com documentação a partir de 1737), aqueles produzidos pelas Câmaras municipais dos concelhos extintos de Alhandra (datas extremas: 1747-1855), Alverca do Ribatejo (datas extremas: 1773-1855), Castanheira do Ribatejo (datas extremas: 1793-1838) e Povos (datas extremas: 1589-1840).

O arquivo tem ainda vários outros fundos, produzido por entidades da administração central desconcentrada, empresariais, eclesiásticos, associativos e familiares.

Está em curso o processo de descrição normalizada da documentação, com vista à publicação de uma versão atualizada do guia de fundos e de inventários dos acervos, assim como à sua divulgação em formato de base de dados de descrição documental através do Portal de Pesquisa.