Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CM Vila Granca de Xira
Hoje
Máx C
Mín C

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

pesquisar

Município dos Afetos


afetos
 
 

  • O que é?

    A “Cidade dos Afetos” pretende chamar para o dia-a-dia das comunidades os afetos, como mecanismo fundamental de desenvolvimento alicerçado nos seguintes pressupostos:

    • Maior afetividade entre as pessoas diminui a violência, a agressividade gratuita e os conflitos inúteis, promovendo maior urbanidade, coesão social e tolerância, valores essenciais a uma comunidade desenvolvida.
    •  desenvolvimento de relações afetivas aos lugares, costumes e tradições locais permite a identificação das comunidades com as suas raízes e consequentemente a busca dum futuro assente nas potencialidades e recursos locais e numa perspetiva de desenvolvimento sustentável.
    • Uma terra sem passado é uma terra sem futuro, pelo que dar às novas gerações a dimensão da luta dos antepassados para a construir é uma forma de garantir a coesão cultural e o sentimento de pertença no futuro.

    É um projeto assente nas escolas com base no lema "Escola de Afetos, Escola de Sucesso”.
    Pretende mobilizar a comunidade para o desenvolvimento de atividades que apliquem a componente afetiva, de modo a promover o bem-estar e os estilos de vida saudáveis.

    Nasceu no Barreiro no ano letivo 2009/2010 e estendeu-se a todos os concelhos do ACeS Arco Ribeirinho (Barreiro, Moita ,Montijo e Alcochete) e do ACeS Oeste Norte (Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos e Peniche). Iniciou-se no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde do Programa Nacional de Saúde Escolar.
    Consta de atividades realizadas em meio escolar que contemplam a componente afetiva e utilizam a Maçã como símbolo dos Afetos e que se estendem à comunidade em geral.

  • Para que serve?

    Da prática do Movimento consolidaram-se alguns valores:

    1. Os afetos, valor central do Movimento, são simultaneamente o conteúdo central do trabalho e a ferramenta relacional mais importante da rede.
    2. Criatividade e inovação são uma base sólida de desenvolvimento, pois asseguram que possa existir uma atenção permanente da comunidade e sobretudo das camadas mais jovens, a quem se devem dirigir preocupações de uma educação de não violência.
    3. Tolerância, que implica a aceitação do diferente como um potencial de melhoria da humanidade, pois todo o desenvolvimento na natureza ou na sociedade humana se faz pelo surgimento de diferenças.
  • Atividades

    Comemoração do dia dos Afetos – 11 de fevereiro.

    • Apoio a todas as iniciativas realizadas na cidade/município que ajudem ao desenvolvimento dos afetos.
    • Promoção da adesão das escolas ao Movimento Escola de Afeto – Escola de Sucesso.
    • Iniciativas de inscrição no território – toponímia, obras de arte, poemas ou frases no espaço público, entre outras.
    • Iniciativas internas às instituições aderentes tendo em vista introduzir comportamentos afetivos nas relações entre os colaboradores.
    • Iniciativas das instituições aderentes que visem introduzir ou reforçar os afetos nas suas relações com os cidadãos com quem contactam.

     

  • Para quem?

    O MEA é um movimento orgânico baseado nas escolas com apoio dos serviços de Saúde Pública, que parte do pressuposto “uma escola de afetos é uma escola de sucesso”.

    Pretende-se desenvolver uma cultura de afetos, tendo em vista a humanização e o desenvolvimento do sentimento de pertença nas relações da comunidade escolar, baseado no exercício da cidadania.

  • Recursos úteis