Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C
Logotipo Município de Vila Franca de Xira
pesquisar

Candido Portinari no Museu do Neo-Realismo

P1  portinari 1 1024 2500 1 1024 2500
Img 4109 1 1024 2500
Img 4141 1 1024 2500
Img 4166 1 1024 2500
Img 4170 1 1024 2500
Img 4243 1 1024 2500
22 Outubro 2018

Importante exposição de artes plásticas em Vila Franca de Xira

Integrada nas comemorações do 11.º aniversário do Museu do Neo-Realismo nas atuais instalações, inaugurou no dia 20 de outubro naquele espaço museológico uma exposição dedicada a Candido Portinari, vulto da cultura brasileira do século passado, um dos maiores e mais aclamados pintores daquele país, cuja obra apresenta fortes ligações ao ideário neorrealista.

A importância desta exposição, que merece o Alto Patrocínio da Presidência da República, vem reiterar o destaque que justamente o Museu do Neo-Realismo tem vindo a granjear ao longo dos últimos anos no panorama nacional, fruto de um profundo trabalho de investigação, promoção e divulgação da obra de escritores, artistas e intelectuais que marcaram a cultura do século XX, e que resulta, neste caso concreto, numa exposição de grande qualidade e de dimensão internacional.

A inauguração da iniciativa ficou marcada pela emoção de João Candido Portinari, único filho do artista, fundador e Diretor Geral do Projeto Portinari,  que viajou do Brasil para a ocasião, momento no qual teve a oportunidade de proferir uma conferência sobre a vida e obra do seu pai, resultado de um trabalho de pesquisa e divulgação do seu legado aprofundado ao longo dos anos.  Durante a sua intervenção, o também professor e escritor, salientou a importância desta exposição, não só na afirmação da obra do seu pai no contexto europeu, mas igualmente pela relevância da investigação que nela se consubstancia, trazendo ao público um importante conjunto de dados históricos sobre Portinari, alguns dos quais inéditos para o próprio filho.

Com curadoria de Raquel Henriques da Silva, docente universitária e Diretora Cientifica do Museu do Neo-Realismo, e Luísa Duarte Santos, doutorada em História da Arte e investigadora, a exposição “Candido Portinari em Portugal” marca o regresso ao nosso país daquela que é considerada a mais icónica obra daquele pintor, o quadro “Café”, cedido temporariamente pelo Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, e que havia estado anteriormente em Portugal em 1940, no Pavilhão do Brasil da exposição “Mundo Português”. Em pleno regime ditatorial, a presença daquela obra, de forte pendor político ao denunciar as verdadeiras condições de trabalho nas roças brasileiras, dita a aproximação do seu autor à elite intelectual neorrealista portuguesa, de onde resulta uma posterior visita ao nosso país, bem como uma vasta correspondência escrita, entre Portinari e intelectuais portugueses seus contemporâneos, parte da qual integra agora os fundos documentais da exposição.

Para além da obra “Café”, e de um alargado conjunto de imagens e  documentação, a mostra integra também um impressionante e valioso conjunto de obras de arte, pela primeira vez congregado no mesmo espaço, acervo de várias entidades e particulares, tais como o Museu Nacional Soares dos Reis, Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado – MNAC, Museu Calouste Gulbenkian, Fundação Millenium BCP, Casa da Achada – Centro Mário Dionísio, Museu Ferreira de Castro e António Mota Redol.

A exposição “Candido Portinari em Portugal” pode ser visitada no 1.º piso do Museu do Neo-Realismo até 3 de março de 2019.

 

Contactos


Museu do Neo-Realismo

Rua Alves Redol, n.º 45 | 2600-099 Vila Franca de Xira
GPS: 38º 57' 19.16" N, 08º 59' 19.82" W
Telefone: 263 285 626
E-mail: neorealismo@cm-vfxira.pt 
Website: www.museudoneorealismo.pt 
Horário: 3.ª a 6.ª feira, 10h00-18h00; Sábado e domingo, 10h00-19h00.
Encerra à segunda-feira e feriados.