Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CM Vila Granca de Xira
Hoje
Máx C
Mín C

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

pesquisar

Todos Podem Compostar! Projeto da ValorSul coloca compostores comunitários em cinco espaços verdes da AML

Todos Podem Compostar! Projeto da ValorSul coloca compostores comunitários em cinco espaços verdes da AML
image title
image title
image title
08 Agosto 2019

Em resposta às crescentes preocupações ambientais das populações, a ValorSul desenvolveu o Projeto “Todos Podem Compostar!”. Este projeto vem introduzir compostores comunitários em zonas verdes, inseridas em meio urbano, em cinco municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML). De acordo com o Comunicado de Imprensa difundido pela ValorSul, esta iniciativa surge “a pensar nas famílias que residem em prédios e que também gostariam de fazer compostagem”.

“Todos Podem Compostar” conta com a parceria e colaboração dos Municípios, que ficam responsáveis pela gestão e manutenção destes equipamentos. No Concelho de Vila Franca de Xira, o compostor comunitário está instalado no Eco Parque da Póvoa de Santa Iria, numa das maiores zonas de Hortas Urbanas do Concelho, constituída por 56 talhões.

Localização do compostor comunitário na Póvoa de Santa Iria, Concelho de Vila Franca de Xira
Localização do compostor comunitário na Póvoa de Santa Iria, Concelho de Vila Franca de Xira

 

Os resíduos que podem ser compostados dividem-se maioritariamente em “Castanhos” e “Verdes”, de acordo com o seguinte:

  • Castanhos (ricos em carbono, geralmente secos): Folhas secas, resto de relva cortada seca, palha ou feno, resíduos de cortes e podas, aparas de madeira e serradura, agulhas de pinheiros, casca de batata.

  • Verdes (ricos em azoto, geralmente húmidos): Folhas verdes, ervas daninhas sem sementes, restos de vegetais e frutas, borras de café, incluindo filtros, cascas de ovos (esmagadas), flores, folhas de saquetas de chá, aparas de relva frescas.

  • Resíduos a evitar colocar na compostagem (podem dar origem a maus odores, atrair animais (ratos, moscas, etc.) ou atrasar o processo): Restos de carne, peixe e marisco, produtos lácteos, cinzas, beatas de cigarros, medicamentos, resíduos de plantas tratadas com produtos químicos, excrementos de animais domésticos, resíduos não biodegradáveis (plástico, vidro, metal, pilhas, tintas, têxteis, etc.) e comida temperada ou com gordura.

Para saber mais sobre compostagem doméstica, consulte o site da ValorSul.